Aline Silva supera mal estar e conquista medalha de ouro no primeiro dia da Copa Brasil 2014

Aline_silva_marca_dos_jogos.jpeg

Aline Silva, campeã da Copa Brasil 2014, posa com a marca oficial dos Jogos Olímpicos Rio-2016 ( Crédito/Mathilde Molla)

No primeiro dia de competições da Copa Brasil de Luta Olímpica 2014, Aline Silva terminou o ano como começou: no lugar mais alto do pódio. A brasileira superou um mal estar sentido na manhã desta sexta-feira, confirmou o favoritismo e conquistou o primeiro lugar na categoria até 75kg da luta feminina. Além do ouro da vice-campeã mundial, o Brasil faturou mais 13 medalhas entre as mulheres e faturou o primeiro lugar por equipes do estilo, seguido por Canadá e Japão, respectivamente.

“Pela manhã, acordei me sentido muito mal e mesmo assim resolvi lutar. Consegui superar  as dores e vencer a atleta do Japão (Rino Abe) e a principal atleta canadense (Erica Wiebe). Na minha terceira luta, contra a outra canadense (Veronica Keefe), estava debilitada fisicamente pelo esforço e acabei não vencendo. No fim deu tudo certo e lutar em casa com meus amigos me apoiando é incrível”, comemorou Aline Silva que chega ao quarto título no ano.

Nas quatro categorias do estilo greco-romano disputadas nesta sexta-feira, Diego Romanelli foi o destaque brasileiro com a prata na categoria até 59kg. O ouro ficou o japonês Shinobu Ota. O Brasil ainda faturou mais quatro bronzes no estilo.Neste sábado, mais quatro categorias do estilo greco-romano serão disputadas, além das oito categorias do estilo livre, que prometem repetir o grau de competitividade do primeiro dia. Potências como Rússia e Estados Unidos prometem protagonizar o segundo e último dia de competições.

Confira os destaques do primeiro dia de competições da Copa Brasil 2014

LUTA FEMININA
Categoria até 48kg
Na categoria mais concorrida do dia, a canadense Jasmine Main ficou com a medalha de ouro ao vencer a peruana Thalia Peche na final. Em uma das disputas de bronze, Susana Santos, uma das mais experientes atletas do país foi derrotada após uma luta acirrada com Caroline Soares que faturou o bronze aliando garra e técnica. O outro bronze da categoria ficou com a equatoriana Katiuska Toala.

Categoria até 53kg
A japonesa Arisa Tanaka usou toda a agilidade da escola asiática de luta para bater a canadense Samantha Stewart e ficar com a medalha de ouro. Mais uma vez a disputa da medalha de bronze envolvendo brasileiras ganhou destaque. Pela primeira vez lutando na categoria olímpica Giullia Penalber enfrentou a campeã brasileira Camila Fama. Em uma luta disputada Camila saiu na frente, mas mesmo depois de um sangramento no nariz, Giullia virou o placar e ficou com a medalha de bronze. Jillian Gallays do Canadá ficou com o outro bronze.

Categoria até 55kg
A categoria foi disputada no sistema todas contra todas e Anri Kimura faturou o segundo ouro para o Japão. Kimura foi seguida pelas brasileiras Mayara Graciano e Taciane Santos, segunda e terceira colocadas respectivamente.

Categoria até 58kg
A categoria foi disputada no sistema todas contra todas e teve grandes combates. A equatoriana Lisset Antes, campeã pan-americana, venceu todas as adversárias e ficou com a medalha de ouro, seguida pela canadense Justine Bouchard. A representante do Brasil nos Jogos Olímpicos de Londres, Joice Silva ficou com a medalha de bronze na categoria.
Categoria até 60kg
Outra campeã pan-americana, Michele Fazzari, do Canadá, manteve a hegemonia em sua categoria superando a japonesa Yui Sakano. Os bronzes ficaram com Caroline Cavalcante e Josimara Julio, ambas brasileiras.

Categoria até 63kg
Na categoria o confronto entre as brasileiras Dailane Gomes e Lais Nunes, duas das principais atletas do país e do mundo  aconteceu antes do esperado. Ainda na fase de quartas-de-finais, Dailane superou Lais e mais tarde acabou ficando com o bronze. A promessa canadense Braxton Stone ficou com o outro bronze. Na disputa pelo primeiro lugar, Haruka Sato venceu a canadense Stacie Anaka e faturou mais um ouro para o Japão.

Categoria até 69kg
O Canadá dominou a categoria com três medalhas em quatro possíveis. Dorothy Yeats ficou com o ouro ao superar a compatriota Justina Distasio. O bronze canadense ficou com Hilary Globe que bateu Gilda Oliveira na disputa pelo bronze.  A peruana Diana Arroyo ficou com a medalha de bronze.

Categoria até 75kg
Aline Silva enfrentou um grande adversário antes da competição. Um mal estar fez com que a atleta não lutasse no melhor de suas condições.  Mesmo assim, logo na primeira luta, Aline virou o placar sobre a canadense Erica Wiebe, campeã do Grand Prix da Alemanha por encostamento, ação que encerra a luta imediatamente. Na sequência, repetiu o expediente contra a japonesa Rino Abe. Cansada e debilitada Aline não resistiu ao volume de luta da canadense Veronica Keefe. Para chegar ao ouro, Aline precisava derrotar a brasileira Keila Silva e foi o que aconteceu. A prata ficou com Erica Wiebe e o bronze com a japonesa Rino Abe.

ESTILO GRECO-ROMANO
Categoria até 59kg
Na disputa pelo ouro, o brasileiro Diego Romanelli fez uma luta de igual contra o japonês Shinobu Ota e chegou a sair na frente ao provocar a passividade do adversário. Mas Ota conseguiu reverter o placar e ficar em primeiro. Um bronze foi para o cazaque Baidauletov Yerganat  e outro para o equatoriano Andrés Montaño.

Categoria até 66kg
Kenedy Pedrosa e Gil de Leon faturaram o bronze para o Brasil. Na disputa pelo ouro os japoneses mostraram força mais uma vez. Shogo Takahashi conquistou a medalha de ouro sobre o equatoriano Milton Guallpa.

Categoria até 71kg
A terceira medalha de ouro do Japão no estilo greco-romano veio com Shohei Yabiku. A categoria foi disputada no sistema todos contra todos e Yabiku venceu todos os adversários. A prata ficou com o sueco Sharur Vardanyan e o bronze com o brasileiro Wagner Wanderley.

Categoria até 75kg
O sueco Robert Rosengrem, atleta que o representou o país nórdico nos Jogos Olímpicos de Londres no estilo livre, mostrou que fez  bem em migrar para o estilo greco-romano. Ele conquistou o ouro após vencer o equatoriano Enrique Cuero. O brasileiro Ângelo Moreira ficou com uma das medalhas de bronze e o japonês So Sakabe completou o pódio. 

Redes Sociais

  • Aline Silva do de malha com identificao azul JogosSulamericanos2018 TimeBrasil
  • O Wrestling Feminino faturou 4 medalhas! Giullia Penalber foi a
  • Segundo Lugar por Equipes Wrestling Feminino WrestlingFeminino JogosSulamericanos2018 TimeBrasil BrasilWrestling
  • A Confederao Brasileira de Wrestling ao lado das demais Confederaes
  • Os principais atletas de 18 a 20 anos das Amricas
  • Joilson conquista tricampeonato e Brasil ganha quatro medalhas no primeiro

Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades: