Angel e a campanha que superou as expectativas nos Jogos Sul-americanos 2010 (arquivo/CBW)

Angel 10 anos de Brasil: 2010 e as 11 medalhas nos Jogos Sul-americanos

A série “Angel 10 anos de Brasil” retorna e relembra o ano 2010. Pela primeira vez, o treinador Angel Torres Aldama disputaria uma competição de Jogos à frente do Brasil. Quando a palavra Jogos precede uma competição significa que ela acontece de quatro em quatro anos é assim com os Jogos Olímpicos, Jogos Pan-americanos e Jogos Sul-americanos. Em 2010, os Jogos Sul-americanos foram disputados em  Medellín, na Colômbia.  Este foi o primeiro desafio do então treinador do estilo greco-romano à frente da equipe nacional neste tipo de torneio.

“Já tínhamos um certo tempo de trabalho e essa primeira participação nos Jogos Sul-americanos foi importante porque senti que poderíamos fazer coisas grandes com aquele grupo de atletas. Os resultados demonstraram pois tivemos bastante medalhas. Antoine Jaoude venceu a competição, Diego Bologna e Joice Silva ficaram com a medalha de prata, Raoni Barcellos também fez uma boa competição”, relembrou Angel.

A equipe nacional chegou aos Jogos Sul-americanos com a expectativa de alcançar ao menos 8 medalhas. Os atletas superaram as expectativas. No total foram 11 medalhas. O estilo greco-romano faturou cinco medalhas de bronze, Angelo Moreira até 66kg, Felipe Macedo até 74kg, Marcelo Gomes, o Zulu, até 84kg; Davi Albino até 96kg e Maicon Steindorff até 120kg. No wrestling feminino, Joice Silva ficou com a prata até 59kg, Dailane Reis e Gilda Oliveira com um bronze cada, até 63kg e até 67kg, respectivamente. No estilo livre, Antoine Jaoude ganhou a medalha de ouro até 120kg, Diego Rodrigues, o Bolonha, foi prata até 96kg. Raoni Barcellos até 66kg e Daniel Alvarez fecharam o torneio com a medalha de bronze.

“Essa competição foi importante pois os atletas estrangeiros viram que iriam ter que lutar com tudo para vencer os brasileiros. A equipe não seria batida facilmente e o respeito dos adversários aumentou. Antes, lutar contra o Brasil para os rivais, já era pensar na outra fase. Esse torneio foi muito importante para mostrar que estávamos indo no caminho certo” afirmou, Angel.

A confiança dos atletas nacionais também aumentou. Depois dos Jogos Sul-americanos e das 11 medalhas, o Brasil mostrou que poderia rivalizar com as principais equipes da América do Sul. Era o momento de tentar alcançar um novo estágio, e passar a lutar por medalhas no cenário pan-americano. No ano seguinte, Guadalajara seria palco dos Jogos Pan-americanos e Londres sediaria os Jogos Olímpicos, em 2012.

“Os atletas já acreditavam em nosso trabalho e também já tínhamos feito intercâmbios em Cuba e os brasileiros já não eram mais os últimos colocados e eles sentiram que poderiam alcançar resultados importantes. Começamos também a fazer um trabalho a longo prazo e pensando já nas próximas competições que viriam: Os Jogos Pan-americanos de 2011 e os Jogos Olímpicos de Londres 2012”, afirmou Angel.

Redes Sociais

  • Aline Silva do de malha com identificao azul JogosSulamericanos2018 TimeBrasil
  • O Wrestling Feminino faturou 4 medalhas! Giullia Penalber foi a
  • Segundo Lugar por Equipes Wrestling Feminino WrestlingFeminino JogosSulamericanos2018 TimeBrasil BrasilWrestling
  • A Confederao Brasileira de Wrestling ao lado das demais Confederaes
  • Os principais atletas de 18 a 20 anos das Amricas
  • Joilson conquista tricampeonato e Brasil ganha quatro medalhas no primeiro

Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades: