Angelo Moreira representa o Brasil no mundial 2018 (Arquivo/CBW)

Angelo Moreira encerra participação brasileira no Mundial de Wrestling 2018 neste sábado

O wrestling nacional encerra a participação no Campeonato Mundial de Wrestling 2018, em Budapeste, Hungria, com Angelo Moreira, categoria até 77kg, do estilo greco-romano, neste sábado às 5h30. Em 17º lugar no ranking dos melhores do mundo na categoria, Angelo chega ao Mundial com o objetivo de terminar o torneio entre os dez.  O mineiro radicado no Rio de Janeiro estreia contra o campeão sub-23 Raibek Bisultanov, da Dinamarca. Nesta sexta-feira, dois atletas nacionais entraram em ação: Joilson Júnior e Marat Garipov. Confira como foi o desempenho deles abaixo.

Joilson Júnior – Sétimo lugar e melhor posição em Mundiais

Joilson Júnior voltou ao tapete de lutas em Budapeste para disputar a repescagem contra o argelino Tarek Beinasse. O brasileiro virou o primeiro período em desvantagem de 2 pontos. O primeiro ponto foi dado por passividade, Joilson conseguiu evitar um prejuízo maior ao se defender na posição de par terre. O outro foi concedido por Joilson pisar fora da área delimitada no tapete. Logo no início do segundo round, Joilson foi com tudo para cima do rival, mas sofreu um contra-ataque que colocou o placar em 4 a 0 e por porco não resulta em encostamento. O brasileiro ainda teve um par terre a favor, mas não conseguiu projetar o rival e o placar acabou em 4 a 1 para o argelino, tirando de Joilson a chance de disputar a medalha. No fim, sétimo lugar para o niteroiense de apenas 20 anos e melhor colocação do atleta em mundiais, seja júnior, cadete ou sênior.

Marat Garipov – Estreia em mundiais pelo Brasil

Depois de um longo processo de naturalização, Marat Garipov enfim pôde representar o Brasil em um Campeonato Mundial. Medalhista de bronze no Pan 2018 e prata no Grand Prix da Croácia, Garipov estreou contra o polonês Przemyslaw Piatek e acabou em desvantagem no primeiro round depois de um par terre. De roulé em roulé, Piatek abriu 7 a 0 antes de o fim do período. Garipov não se intimidou e iniciou uma reação, primeiro com uma queda de quatro pontos, seguida de um roulé que fez o placar ficar em 7 a 6. No entanto, o desafio foi feito e dois pontos foram retirados. O placar ficou em 7 a 4. Piatek amarrou a luta até zerar o tempo do relógio e ficou com a vitória. Garipova dependia do avanço de Piatek para voltar na repescagem, mas o polonês foi superado em seguida e Garipov não pôde retornar.

Redes Sociais

  • Aline Silva do de malha com identificao azul JogosSulamericanos2018 TimeBrasil
  • O Wrestling Feminino faturou 4 medalhas! Giullia Penalber foi a
  • Segundo Lugar por Equipes Wrestling Feminino WrestlingFeminino JogosSulamericanos2018 TimeBrasil BrasilWrestling
  • A Confederao Brasileira de Wrestling ao lado das demais Confederaes
  • Os principais atletas de 18 a 20 anos das Amricas
  • Joilson conquista tricampeonato e Brasil ganha quatro medalhas no primeiro

Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades: