Giullia Penalber retornou ao CTdo Time Brasil depois de 4 meses (Rafael Bello/COB)

COB reabre CT e Giullia Penalber vibra com retorno de clima olímpico

Na semana em que seriam realizados os Jogos Olímpicos de Tóquio, os atletas brasileiros receberam mais uma boa notícia. Nesta segunda-feira, dia 20, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) reabriu o Centro de Treinamento Time Brasil, no Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro, e iniciou a retomada gradual dos treinamentos no local. Seguindo rígidos protocolos do Guia para a Prática de Esportes Olímpicos no Cenário da COVID-19, lançado em junho pela entidade, neste primeiro momento, no máximo 40 pessoas poderão entrar na instalação a cada dia. Uma delas é a campeã pan-americana e medalhista dos Jogos Pan-americanos, Giullia Penalber.

“Fiquei muito feliz e aliviada porque fiquei quatro meses sem treinar no CT do Time Brasil e é um ambiente muito diferenciado para atingir resultados como a classificação olímpica. O que mais chamou atenção neste primeiro dia de retorno é o distanciamento entre os atletas e os profissionais na sala de força, além da limpeza dos equipamentos após o uso. Temos que andar com um borrifador com álcool do lado para limpar tudo que utilizamos”, explicou Giullia, que realiza um  trabalho físico com os equipamentos de ponta do local, limitado a uma hora por dia.

O grupo inicial a utilizar o CT Time Brasil é formado por atletas que residem no Rio de Janeiro (caso de Giullia) e já garantiram vaga para os Jogos Olímpicos de Tóquio ou estão próximos da classificação olímpica e não integram a Missão Europa. Novas permissões serão concedidas gradualmente, de acordo com as cinco fases estabelecidas pelo protocolo do COB. Além de Giullia Penalber, passaram pelo CT do Time Brasil nesta segunda- feira, os maratonistas aquáticos Ana Marcela Cunha e Allan do Carmo, o atleta do badminton  Ygor Coelho,a dupla de vôlei de praia Ágatha e Duda, a saltadora Ingrid Oliveira.

Ao longo da semana, a projeção é que competidores de outros quatro esportes reiniciem seus treinos no espaço administrado pelo COB desde 2008 e que estava fechado há cerca de quatro meses por causa da pandemia do novo coronavírus. Depois de todos os testes e simulações previstos na primeira fase do protocolo, a reabertura do CT é o segundo passo dentro deste retorno.

“A implementação foi colocada em prática com toda a rigidez em relação à triagem, higienização de equipamentos, distanciamento social e turnos de ocupações das salas. Todas as normas que foram estabelecidas estão sendo observadas e a gente segue aprimorando esses controles nos próximos dias para oferecermos as melhores condições de segurança para os nossos atletas”, afirmou o Diretor de Esportes do COB, Jorge Bichara, informando que todos os atletas programados para utilizar o CT nesta semana passarão por avaliações para identificar em qual estágio físico estão. Desta forma, será definida a programação de treinos daqui para frente.

Neste primeiro momento, estão em funcionamento as piscinas olímpica e de saltos do Parque Aquático Maria Lenk, além da Sala de Força e Condicionamento e o Laboratório Olímpico. O Centro de Treinamento de Ginástica Artística permanece fechado, pois a higienização dos equipamentos levará mais tempo. Enquanto isso, os atletas da seleção brasileira da modalidade treinarão em Sangalhos (Portugal), integrando a Missão Europa.O CT Time Brasil volta a funcionar novamente em uma semana importante para os atletas.

“Iniciar essa retomada exatamente na semana em que seriam realizados os Jogos Olímpicos de 2020 tem um simbolismo muito grande. A intenção do COB é fazer com que essa seja uma semana especial e que todos, utilizando ou não o CT, tenham o mesmo sentimento. Estamos enfrentando um momento difícil, mas vamos passar por ele e retomar à nossa condição de preparação. Vamos trabalhar muito forte neste período para conseguir chegar em julho de 2021 na nossa melhor condição para que todos possam representar muito bem o Brasil em Tóquio”, destacou Bichara.

Atualmente, a entidade trabalha em duas grandes frentes. Além da reabertura do CT Time Brasil, coloca em prática a Missão Europa, que proporcionará a volta aos treinos para cerca de 200 atletas até o final do ano, incluindo lutadores de wrestling. COB e CBW trabalham na elaboração da equipe e datas em que os atletas farão parte da missão.

*Com informações da Assessoria de Imprensa do COB

Redes Sociais

  • O wrestling brasileiro convoca seus atletas e praticantes para um
  • Seguimos relembrando as conquistas do wrestling nacional em Jogos Panamericanos
  • A Prefeitura do Rio de Janeiro inaugurou nesta quarta feira
  • Uma das 12 praas da Cidade das Artes Marciais inaugurada
  • Mais um dia para relembrar medalhas em Jogos Panamericanos Giullia
  • Os treinadores da seleo nacional de wrestling Pedro Garcia pedritolucha

Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades: