Critério Ciclo 2019 - CBW

CRITÉRIO CICLO I 2019

 

INTRODUÇÃO

Com o objetivo maior de preparar as equipes nacionais e identificar o grupo de trabalho do ciclo 2019-2020 além de oferecer um calendário com competições mais proveitosas a cada atleta, baseado no nível técnico, a CBW dividiu em grupos o calendário consolidado.

  1. A) Seleção Sênior (LF, GR e EL)
  2. B) Seleção Junior (LF/GR/EL)
  3. C) Seleções Cadetes, SUB15 e Infantil (LF/GR/EL)

Desta forma os torneios e campos de treinamento foram escolhidos e selecionados para, dentro do plano geral (Macrociclo) possam oferecer as melhores condições de preparação e/ou competição aos nossos atletas. Poderá haver alterações durante o ano devido aos resultados obtidos por cada grupo ou atleta individualmente, sendo passível inclusão ou exclusão de evento.

A composição do grupo de trabalho será determinada durante os torneios e os campos de treino no Brasil e exterior, sendo obrigatória a participação dos atletas das seleções nacionais Sênior e Junior. Em todas as ações, serão priorizadas as categorias Olímpicas.

Nas convocações, será levado em conta o ÍNDICE DE CONVOCAÇÃO explicado nesse documento.

 

GRUPO A) Seleção Sênior (LF, GR e EL)

OBJETIVOS

O primeiro objetivo do ano de 2019 é a conquista de duas medalhas nos Jogos Pan-americanos, passando pela conquista de duas novas vagas no Pan-americano classificatório.

Como segundo objetivo, o Campeonato Mundial, cujo objetivo é se classificar para disputa de medalhas.

É necessário recolher a documentação, avaliar os atletas (exames técnicos, físicos e clínicos) e selecionar as equipes titulares e reservas para competições.

PERIODIZAÇÃO & COMPETIÇÕES

Este primeiro Macrociclo competitivo de 2019 foi estruturado em 15 Microciclos divididos em 3 Mescociclos: (Acumulação, Transformação, Realização), o segundo Macrociclo foi estruturado com 13 microciclos e o terceiro Macrociclo com 7 microciclos. Todos conforme o modelo dos professores Usurrin e Kaverin, baseado no conceito de cargas concentradas em blocos do Dr. Yuri Verjoshanski.

Em Janeiro teremos um TRIALS para selecionar a equipe do Pan-americano.

Em Maio teremos o Campeonato Brasileiro Sênior, onde os campeões das categorias classificadas lutarão contra os titulares de sua categoria e os vencedores representarão o Brasil nos Jogos Pan-americanos e campeonato mundial.

 

GRUPO B) Seleção Junior (LF, GR e EL)

OBJETIVOS

O primeiro objetivo do ano de 2019 é a conquista de medalhas em todos os estilos no Campeonato Pan-americano.

Como segundo objetivo o Campeonato Mundial, cujo objetivo é se classificar para disputa de medalhas.

É necessário recolher a documentação, avaliar os atletas (exames técnicos, físicos e clínicos) e selecionar as equipes titulares e reservas para competições.

PERIODIZAÇÃO & COMPETIÇÕES

Este primeiro Macrociclo competitivo de 2018 foi estruturado em 18 Microciclos divididos em 3 Mescociclos: (Acumulação, Transformação, Realização), o segundo Macrociclo é composto de 11 microciclos, todos conforme o modelo dos professores Usurrin e Kaverin, baseado no conceito de cargas concentradas em blocos do Dr. Yuri Verjoshanski.

Em Janeiro teremos um TRIALS para selecionar a equipe do Pan-americano

Em Junho teremos o Campeonato Brasileiro Junior, onde o campeão de cada categoria poderá ser convocado ou ir representar o Brasil no Campeonato Mundial.

GRUPO C) Seleções Cadetes, SUB15 e Infantil (LF/GR/EL)

OBJETIVOS

O primeiro objetivo do ano de 2019 é a conquista de medalhas nos Campeonatos Pan-americanos.

É necessário recolher a documentação, avaliar os atletas (exames técnicos, físicos e clínicos) e selecionar as equipes titulares e reservas para competições.

PERIODIZAÇÃO & COMPETIÇÕES

O Macrociclo competitivo de 2018 está estruturado baseado na participação nos campeonatos brasileiro, e em seguida nos pan-americanos e/ou mundiais.

Os campeões dos Campeonatos Brasileiros terão o direito de representar o Brasil nos campeonatos internacionais.

Os técnicos envolvidos são:

  • Angel Aldama (Chefe), Pedro Garcia, Nisdany Perez, Daniel Alvarez, Walter Pereira Jr, Flavio Ramos, Flavio Cabral, Felipe Macedo, Lucimar Medeiros, Andre Feitosa, Anderson Souza
  • A CBW pode alterar os nomes dos técnicos.

 

 

CRITÉRIO DE SELEÇÃO NACIONAL PARA OS JOGOS PAN-AMERICANOS

 

Os atletas que conquistaram as vagas serão considerados os titulares dos Jogos Pan-americanos.

Em Janeiro 2019 – teremos um Trials para determinar a seleção pan-americana

Em Maio 2019 teremos o brasileiro sênior onde o campeão brasileiro fará uma eliminatória (regime de melhor de três com o confronto no brasileiro já valendo) contra o titular. Se o titular for o campeão, já está decidido, se o titular não lutar o brasileiro, o confronto inicia em 0x0. Esta eliminatória poderá ser logo após o brasileiro ou em data e local a ser marcado pela CBW a seu critério.

A participação no campeonato brasileiro é obrigatória para os atletas da seleção. Salvo justificativa medica ou outra aceita pela comissão técnica da CBW.

 

ÍNDICE DE CONVOCAÇÃO

A partir de 2019 a CBW irá selecionar as equipes nacionais com base em índices técnicos de resultados, de treinamento diário, de treinamento interestadual e de saúde.

Cada atleta será avaliado nas diferentes áreas pelos profissionais da CBW ou indicados por ela, conforme.

Índice de resultado – de 0,0 a 1,0; peso 4; serão avaliados os resultados obtidos pelo atleta ao longo de sua carreira e no último ano

Índice de treinamento diário – de 0,0 a 1,0; peso 3 para atletas do eixo RJ/SP e peso 1 para os outros atletas; será avaliada a presença do atleta nos treinamentos da CBW e com os treinadores da CBW.

Índice de treinamento interestadual – de 0,0 a 1,0; peso 1 para atletas do eixo RJ/SP e peso 3 para os outros atletas; será avaliada a presença do atleta nos treinamentos interestaduais da CBW e com os treinadores da CBW.

Índice de saúde – de 0,0 a 1,0; peso 2; serão avaliados os exames apresentados e as condições físicas atuais de cada atleta.

Índice de convocação (Atleta RJ/SP) – IR*4 + ITD*3 + ITI*1 + IS*2

Índice de convocação (Atleta fora RJ/SP) – IR*4 + ITD*1 + ITI*3 + IS*2

 

Exemplos:

Atleta A – tem resultados a nível Pan-americano / Treina todos os dias com treinador da CBW e tem presença de 80% / Participa dos treinamentos mensais com presença de 100% / não está lesionado

Atleta B – tem resultados a nível Nacional / Não treina com treinador da CBW / Participa dos treinamentos mensais com presença de 50% / não está lesionado

Atleta C – tem resultados a nível Pan-americano / Treina esporadicamente com treinador da CBW e tem presença de 20% / Participa dos treinamentos mensais com presença de 60% /Está lesionado em tratamento leve

Atleta D – tem resultados a nível Mundial / Não treina todos os dias com treinador da CBW / Participa dos treinamentos mensais com presença de 100% / Está lesionado em tratamento leve

 

 

íNDICE DE RESULTADO TREINAMENTO DIÁRIO TREINAMENTO INTERESTADUAL ÍNDICE DE SAÚDE íNDICE DE CONVOCAÇÃO
Atleta A (RJ) 0,6 0,8 1,0 1,0 7,8
Atleta B (PB) 0,4 0 0,5 1,0 5,1
Atleta C (RJ) 0,7 0,2 0,6 0,7 4,7
Atleta D (SP) 0,8 0 1,0 0,8 5,0

 

 

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES

 

  • Todos os atletas devem comparecer na data, local e horário estipulado para cada convocação.
  • Os atletas, quando convocados, devem cumprir uma presença mínima de 75% nos treinamentos e atividades realizadas no período da convocação
  • Nos treinamentos, a CBW oferece alojamento e alimentação – para atletas CONVOCADOS e CONVIDADOS de fora do RJ
  • A CBW é responsável pelo transporte RODOVIÁRIO apenas dos atletas CONVOCADOS para os treinamentos.
  • O treino é aberto a todos os atletas, maiores de 18 anos, quites com suas Federações e devidamente autorizados pela comissão técnica.
  • Todos os atletas devem trazer o equipamento de treinamento e competição
  • Todos os atletas devem trazer a documentação solicitada

Os atletas devem trazer o ATESTADO MEDICO modelo UWW (pode ser encontrado no site da CBW ou da UWW), devidamente preenchido e assinado pelo atleta e pelo medico.

– Caso não traga o atestado, deverá trazer os seguintes exames:

  • Para requerer um atestado medico da CBW, todos os atletas devem trazer os exames solicitados (com validade de 6 meses): AVALIAÇÃO CARDIOLÓGICA (EQG+ECO) e EXAME DE SANGUE (hemograma completo, glicose, uréia creatinina, tgo/tpg e ck)* Os atletas da atual seleção titular, já podem entregar os exames solicitados ao Depto. médico da Confederação para análise prévia.

– Todos os atletas devem estar quites com a CBW (Anuidades e participação)

  • Todos os atletas que aceitarem a convocação, terão que OBRIGATORIAMENTE assinar o termo de compromisso do atleta, termo de viagens e de termo de cessão de imagem.
  • Os atletas que não puderem participar ou se apresentar na convocação, deve encaminhar a CBW, por escrito o motivo da ausência com a justificativa e laudo medico se for o caso.
  • O membro da delegação que necessitar um documento de dispensa para estudo ou trabalho, deve solicitar à CBW, com antecedência mínima de 10 dias.
  • Os atletas selecionados para participação nos campeonatos, já ficarão desde o início de treinamento até o dia do embarque e competição.
  • Durante as viagens e convocações, todos atletas devem respeitar as normas de utilização do uniforme da CBW, do uso da marca do patrocinador, dos limites de bagagem das cias aéreas e acatar todas as instruções dos chefes de equipes e dirigentes da CBW.
  • Todos os membros da delegação, devem cumprir com suas obrigações e responsabilidades estipuladas pelo chefe de equipe, tais como: Horários, entrega de documentação, guarda de tickets de viagem, etc….
  • Os treinadores, assim como a equipe multidisciplinar que acompanhará a delegação, serão selecionados pela direção da CBW em cada convocação
  • Os atletas que possuírem patrocínio próprio ou de seu clube, e quiser participar de alguma competição internacional, deverão cumprir com as mesmas obrigações de todos os atletas, e sua participação será autorizada ou não, a critério do corpo técnico da CBW.

– Os atletas campeões brasileiros, não convocados, que desejarem ir aos Campeonatos internacionais, deverão se manifestar 65 dias antes do Campeonato, com a garantia de participação.

– Todos os atletas cujas licenças UWW forem pagas pela CBW, tem a obrigação de participar da Copa Brasil Internacional 2019, a exceção daqueles com dispensa medica ou justificativa aceita pela Confederação.

O não cumprimento deste regulamento pelos membros da delegação pode acarretar em punição que vai desde uma advertência, desligamento ou até a suspensão de futuras convocações por tempo determinado.

 

– Os atletas devem trazer o ATESTADO MÉDICO modelo UWW (clique aqui para baixar), devidamente preenchido e assinado pelo atleta e pelo médico.

Este documento pode ser alterado a qualquer momento, sendo válida esta última versão publicada em 16/11/2018.

Paulo Roberto Fonseca
Coordenador técnico

Roberto Leitão
Superintendente