Os atletas cubanos Mijaín López e Ismael Borrero. Treinamento das seleções brasileira e cubana de wrestling na Arena Carioca 2, no Parque Olímpico da Foto/ Abelardo Mendes Jr/

Cubanos campeões olímpicos se emocionam ao voltar ao palco da Rio-2016

A manhã desta quarta-feira foi marcada por reencontros na Arena 2 do Parque Olímpico do Rio de Janeiro. Os principais atletas do wrestling cubano e brasileiro dos estilos greco-romano e wrestling feminino se reuniram para intercâmbio de treinamento visando o Pan-americano de Wrestling e os Jogos Mundiais Militares da China. Dois atletas em especial se emocionaram ao voltar ao mesmo local onde conquistaram a medalha de ouro olímpica. Mijaín Lopez, tricampeão olímpico, do estilo greco-romano até 130kg, Pequim-2008, Londres-2012 e Rio-2016 e Ismael Borrero, ouro até 59kg no Rio de Janeiro.

“Estou emocionado de voltar ao lugar que fiz história e conquistei a terceira medalha de ouro olímpica. Sempre que estou no Brasil sou bem recepcionado e estou muito feliz de voltar e ver que o espaço continua sendo utilizado para o wrestling. Treinamos forte e tenho certeza que tanto Cuba quanto o Brasil vão fazer um bom papel no Pan-americano”, afirmou Mijaín Lopez, que treinou com Eduard Soghomonyan, armênio naturalizado brasileiro que disputou os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Para Ismael Borrero apenas a categoria mudou. Campeão até 59kg no Rio, o cubano subiu de divisão neste ciclo olímpico e agora luta na categoria até 66kg, mesma divisão de Joilson Júnior, tricampeão pan-americano júnior e um dos principais nomes do wrestling nacional. Os dois treinaram juntos e não seria surpresa se reencontrarem juntos no pódio no Pan-americano, em Buenos Aires.

“O Rio de Janeiro sempre vai ser um local especial na minha carreira e foi muito bom voltar a Arena passear pela caminho olímpico e ver o muro das medalhas. Os brasileiros já foram para Cuba treinar diversas vezes e também criamos amizades quando viemos treinar aqui antes e depois dos jogos. Então nos sentimos em casa”, afirmou Borrero, atual campeão pan-americano até 66kg.

Cubanos e brasileiros seguem treinando juntos até o dia 17 de abril quando embarcam para o Pan-americano de Wrestling 2019, em Buenos Aires que acontece de 18 a 21 deste mês, na capital argentina.

Redes Sociais

  • A Confederao Brasileira de Wrestling ao lado das demais Confederaes
  • Os principais atletas de 18 a 20 anos das Amricas
  • Joilson conquista tricampeonato e Brasil ganha quatro medalhas no primeiro
  • cbwoficial e uwwbeachwrestling
  • Presidente pedrogamafilho com o vencedor da melhor queda do evento
  • Happy wrestling day! Feliz dia do Wrestling!

Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades: