De olho na Juventude: Gemerson dos Santos

A partir desta terça-feira os torcedores do wrestling nacional passam a conhecer um pouco mais dos nove atletas que vão representar o Brasil nos Jogos Sul-americanos da Juventude 2017, de 6 a 8 de outubro em Santiago, no Chile.  O “De Olho na Juventude” revela como os ainda jovens atletas entre 15 e 17 anos conheceram o esporte, as conquistas e o sonho dos jovens que já representam a bandeira nacional pelo mundo e em poucos anos serão o futuro da modalidade nos Jogos Olímpicos.

O primeiro entrevistado é Gemerson Moura dos Santos. O paraibano iniciou a prática esportiva no judô aos sete anos e conheceu o esporte em um seminário realizado pela Federação Paraibana de Wrestling, em 2012. De lá para cá, Gemerson vem acumulando sucesso nas competições nacionais e explica o motivo de ter se encantado com o wrestling a ponto de torná-lo seu esporte número um.

“O Wrestling ou Luta Olímpica é um esporte diferenciado de todos os outros. É uma luta que envolve muda agilidade e explosão muscular. Alguns tipos de luta são muito parados, mas no Wrestling tem agilidade e outra coisa. Comecei no estilo livre, mas por ter lutado judô,  tinha o costume de lutar com a postura ereta, mas parecido com o estilo greco-romano. Os resultados apareceram no Torneio da Juventude e desde então passei a me dedicar ao wrestling e vem dando certo”, explicou o paraibano de apenas 15 anos.

O sucesso veio rápido primeiro em competições estaduais, depois nacionais como o Torneio da Juventude. A liderança no ranking de sua categoria o fez disputar um intercâmbio e um torneio em La Rioja, Argentina e seu primeiro Pan-americano, onde terminou em 5º lugar. O bom desempenho no esporte influenciou até a irmã que já dá seus primeiros passos no tapete. Além do apoio fundamental da família que vê no wrestling não só as medalhas e conquistas esportivas, mas também a formação de um cidadão.

“Meu pai, Genílson, é motoboy e, minha mãe, Ana Karolina, trabalha montando marmitas. Eles ajudam como podem para que eu possa competir os torneios e preferem me ver  treinando e praticando o wrestling do que ter a chance de estar envolvido com coisa errada. Minha irmã Ana Karla, de 9 anos, começou a praticar o wrestling também por minha casa e agora vamos juntos aos treinos. Quando você começa a praticar ganha mais resistência, ou seja, faz muito bem para saúde” comentou o orgulhoso irmão.

Nos Jogos Sul-americanos da Juventude, Gemerson luta em busca da medalha internacional e espera dedicá-la, segundo ele, aos responsáveis pelo desenvolvimento da modalidade em seu estado, a Paraíba. E se mostra confiante em colocar o Brasil no pódio.

“Como ainda não possuo apoio local e ainda não recebo Bolsa-atleta, gostaria de agradecer o apoio de amigos, familiares e dos aos professores Walter Jr., Renato Fonseca e Rimídia Vieira por toda ajuda e trabalho que eles estão fazendo comigo e com meus companheiros de treino, na Paraíba. Espero trazer uma medalha para o Brasil e para a Paraíba”, projetou o grequista Gemerson, .

Gemerson luta na categoria até 50kg dia 6 de outubro, às 16h, horário de Brasília.

Redes Sociais

  • TOP CONTROLE NACIONAL Do Estilo Livre Feminino e Masculino BrasilWrestling
  • TOP CONTROLE NACIONAL Do Estilo Grecoromano CBW BrasilWrestling
  • ngelo Moreira participa em instantes de um bate papo comhellip
  • Parte da equipe que representa o Brasil no Mundial dehellip
  • MUNDIAL DE WRESTLING 2017 Paris CBW BrasilWrestling cliffkeenathletic cliffkeenwrestling
  • MUNDIAL DE WRESTLING 2017 Paris Repost unitedworldwrestlingamericas  lutte2017 wrestlinghellip

Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades: