Giullia Penalber e Laís Nunes conquistam bronze no Matteo Pellicone 2022

O Brasil faturou dois bronzes nesta quinta-feira (23/6) no Torneio Matteo Pellicone, etapa da Itália do Ranking Series da UWW (União Mundial de Wrestling), com Giullia Penalber (57 kg) e Laís Nunes (62 kg) no estilo livre feminino. Gabriela Rocha (68 kg) por pouco também não subiu ao pódio e ficou em quinto lugar, mesma posição alcançada por Joílson Júnior (77 kg) no estilo greco-romano.

A primeira a subir no pódio foi Giullia Penalber. A lutadora estreou com uma vitória de 11 a 4 sobre a alemã Sandra Paruszewski, mas não conseguiu passar na semifinal pela ucraniana Alina Akobiia, que acabou sendo campeã do torneio e a venceu por 8 a 0. Na disputa do bronze, ela se recuperou, se impôs contra a húngara Erika Bognar e conseguiu vencer com autoridade por por 6 a 0.

Na categoria até 62 kg, as competidoras foram divididas em dois grupos. Para conseguir um lugar na semifinal, Laís Nunes, apesar de ter perdido a estreia para a ucraniana Iryna Koliadenko por 15 a 4, derrotou a alemã Luisa Niemesh por um apertado 2 a 1 e a sueca Sara Lindborg por 6 a 3.

Classificada em segundo lugar na chave, Laís Nunes foi derrotada por outra ucraniana, Ilona Prokopevniuk, por 6 a 0 na semifinal. Na disputa do bronze, numa luta muito disputada, venceu a canadense Ana Paula Gonzalez por 8 a 6 para garantir o terceiro lugar.

Na final dos 62 kg, disputada por duas ucranianas, Iryna Koliadenko derrotou Ilona Prokopevniuk por 6 a 0 e conquistou a medalha de ouro.

O terceiro brasileiro a tentar um lugar no pódio nesta quinta-feira foi Joílson Júnior, mas não obteve o mesmo sucesso de Giullia Penalber e Laís Nunes. O lutador da categoria até 77 kg do estilo greco-romano perdeu logo na estreia, nas quartas de final, para o atleta que ficou com o título, o húngaro Zoltan Levai por 10 a 1.

Como o algoz avançou até a final, Joílson Júnior foi repescado e teve a chance de lutar pelo bronze contra Robert Fritsch, também da Hungria, por 9 a 0 e terminou na quinta colocação.

Encerrando a participação brasileira, Grabriela Rocha, na categoria até 68 kg do estilo livre, teve uma trajetória parecida com a de Joílson Júnior. Na estreia, pelas quartas de final, a atleta perdeu para a vice-campeã Irina Ringaci, da Moldávia, por 12 a 1.

Assim como Joílson Júnior, Grabriela Rocha foi repescada direto na disputa do bronze já que a adversária que a venceu foi para a final. Mas a lutadora não resistiu à nigeriana Blessing Oborududu, perdeu por 11 a 0 e ficou em quinto lugar.

No sábado, Cesar Alvan encerra a participação nacional no Rankin Series Matteo Pellicone, o lutador compete na categoria 74kg do estilo livre masculino, no último dia do torneio.

Redes Sociais

Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades: