Grabriela Rocha é repescada e Giullia Penalber não avança no Campeonato Mundial 2022

O wrestling brasileiro voltou aos tapetes montados na Arena Stark, em Belgrado, Sériva, para a disputa do Campeonato Mundial Sênior 2022. Giullia Penalber categoria 57kg do e Grabriela Pedro 68kg, ambas do estilo livre feminino. Grabriela foi repescada e volta aos tapetes nesta quinta-feira, Giullia parou na estreia e encerrou sua participação. Além da Grabriela, na próxima sexta-feira, Cesar Alvan, categoria 74kg, estilo livre masculino, também representa o Brasil no Mundial.

Confira como foi o desempenho de cada brasileira nesta quarta-feira:

Grabriela Rocha 68kg

Grabriela Rocha teve que enfrentar uma das favoritas logo na estreia: a japonesa Ami Ishii. Das 10 categorias femininas disputadas no Mundial, a equipe japonesa só não vai disputar na categoria 53kg, justamente a única em que não enviou atletas. Grabriela tentou conter o ímpeto de Ishii. Depois do primeiro ataque, a brasileira saiu da área permitida para evitar perder mais pontos. A arbitragem decretou o par terre e Gabriela conseguiu defender o ataque da japonesa. Depois, Ishii conseguiu furar a defesa da brasileira e fechar em 10 a 0. Mas, Ishii garantiu uma das vagas nas final e repescou Grabriela.

A brasileira enfrenta a francesa Pauline Lacarpentier na primeira luta da repescagem. Se avançar, enfrenta a canadense Linda Morais. Em caso de novo triunfo, Grabriela enfrenta a indiana Nisha Nisha na disputa pela medalha de bronze. A repescagem começa às 5h30 e as disputas de medalhas ocorrem a partir das 13h e podem ser assistidas aqui.

Giullia Penalber 57kg

Cabeça de chave da categoria, Giulia Penalber enfrentou Zhala Aliyeva do Azerbaijão nas oitavas de finais. Giullia iniciou o combate com duas quedas e pontou mais uma vez para abrir 9 a 0 no placar. Mais um ponto de Giullia e a luta terminava por superioridade técnica. Alieyva reagiu e diminuiu a desvantagem para 9 a 2 ainda no primeiro round. No segundo período, a brasileira dominava o combate e chegou a abrir 12 a 7, quando a 10 segundos do fim, tentou um último ataque e foi contragolpeada. Aliyeva conseguiu aplicar o touche e alcançou a vitória de maneira improvável. A azerbaijana foi parada na semifinal pela japonesa Tsugumi Sakurai, 10 a 0, e impediu Giullia de retornar para repescagem.

Redes Sociais

Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades: