Lais teve o melhor desempenho em mundiais da carreira (arquivoCBW)

Lais Nunes fecha Mundial em 5º e atinge melhor resultado da carreira em mundiais

Lais Nunes encerrou nesta quinta-feira com um 5º lugar a participação do wrestling feminino nacional no Campeonato Mundial de Wrestling 2018, em Budapeste, Hungria. A quinta colocação é o melhor resultado da carreira da goiana de 25 anos, radicada em São José dos Campos, em mundiais. Giullia Penalber, outra representante brasileira do wrestiling feminino no Mundial, terminou em 13º lugar na categoria até 57kg. Nesta sexta-feira, Joilson Júnior busca a medalha de bronze na repescagem da categoria até 72kg. Marat Garipov também sobe ao tapete nas eliminatórias da divisão até 60kg. Confira como foi o último dia de competição de Lais Nunes no Campeonato Mundial de Wrestling 2018.

Lais vai bem na repescagem e fica perto da medalha
Lais começou a repescagem com uma vitória sobre a chinesa LingLing Bao. No primeiro round, o placar terminou em 1 a 1. No último período, a brasileira voltou com tudo e além de neutralizar as investidas da rival, conseguiu retirá-la da área de lutas duas vezes, passar para as costas um vez e abrir 5 a 1. Bao ainda conseguiu diminuir, mas Lais fechou o placar em 5 a 2 e avançou para a disputa da medalha de bronze contra a norte-americana Mallory Velte.

Lais e Velte fizeram uma luta truncada e de muitos estudos. No fim do primeiro round, o placar terminou empatado em 1 a 1. A luta foi interrompida pois o nariz de Velte sangrou em virtude de um choque acidental. Embora as duas estivessem buscando pontuar, a arbitragem acabou concedendo um short clock para a norte-americana. Como não houve pontuação nos 30 segundos, Velte passou a frente por 2 a 1. Lais tentou furar o bloqueio da estado-unidense, mas o relógio zerou e a brasileira ficou com o 5º lugar. O quinto lugar é o melhor resultada da atleta em mundiais e mais um incentivo rumo aos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

 

Redes Sociais

  • Aline Silva do de malha com identificao azul JogosSulamericanos2018 TimeBrasil
  • O Wrestling Feminino faturou 4 medalhas! Giullia Penalber foi a
  • Segundo Lugar por Equipes Wrestling Feminino WrestlingFeminino JogosSulamericanos2018 TimeBrasil BrasilWrestling
  • A Confederao Brasileira de Wrestling ao lado das demais Confederaes
  • Os principais atletas de 18 a 20 anos das Amricas
  • Joilson conquista tricampeonato e Brasil ganha quatro medalhas no primeiro

Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades: