Astúcia na hora de montar equipe fez aumentar medalhas (Arquivo/CBW)

Pedro Garcia “10 anos de Brasil”: o retorno de Aline

A série “Pedro Garcia 10 anos de Brasil”chega ao ano de 2009. O ano que marca a escolha do Rio de Janeiro e do Brasil como sede dos Jogos Olímpicos é também o primeiro do treinador cubano no wrestling feminino. Curiosamente quando começou o trabalho, Pedro não tinha na equipe uma das atletas que viria a se tornar umas das principais luadoras da modalidade: Aline Silva. Depois de perder a seletiva para os Jogos Pan-americanos para Rosângela Conceição, a Zanza, Aline se aventurou no Jiu-jitsu e regressou ao wrestling em 2009 e em uma categoria de peso diferente da habitual.

“Em 2009, tínhamos a Rosângela Conceição, a Zanza, que representou o Brasil nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008, na categoria mais pesada até 72kg e era uma grande atleta. Mas queríamos Aline, que tinha conquistado a medalha de prata no Campeonato Mundial Júnior 2006, voltasse a se dedicar ao wrestling e sugerimos a ela competir na categoria até 67kg. Como ela lutava até 72kg não seria uma diferença tão grande para perder e teríamos mas uma chance de medalha” lembrou Pedro.

A decisão do treinador se mostrou acertada e as atletas conseguiram colocar o Brasil no pódio. Na edição anterior do Pan-americano disputada em Colorado Springs, Estados Unidos, apenas Zanza havia terminado nas primeiras colocações com uma medalha de bronze. A gaúcha repetiu a dose, mas dessa vez acompanhada por Joice e Aline. Era o início de uma geração que fincava a bandeira nacional em território pan-americano e depois alcançaria o cenário mundial.

“Posso dizer que o ano de 2009 foi um ano de muitas alegrias. Aline conseguiu baixar o peso, lutou muito bem aquela competição e terminou em terceiro lugar no Pan-americano. Naquele torneio além de Aline, Zanza e Joice também conquistaram medalha. Os atletas evoluíram de maneira muito rápida”, contou com orgulho Pedro.

Mas as conquistas não se limitaram ao Pan-americano. A equipe ainda disputaria o Sul-americano e depois o Campeonato Mundial Sênior de Herning, na Dinamarca. O torneio ficou marcado por um episódio inusitado que impediu Pedro de acompanhar a delegação nacional na Europa. Seria a estreia de Pedro como treinador da seleção brasileira em mundiais.

“Depois do Pan-americano, os atletas que se destacaram foram para o Sul-americano no Peru, Joice e Aline foram campeãs e  Lais disputou o torneio. Depois teve o Mundial da Dinamarca com Aline, Dailane e Joice, por um problema no bilhete aéreo que tinha vencido acabei não conseguindo viajar para o local da competição” relembra o treinador nacional.

Na próxima entrevista, Pedro relembra o ano de 2010 e os Jogos Sul-americanos de Medellín.

Redes Sociais

  • Aline Silva do de malha com identificao azul JogosSulamericanos2018 TimeBrasil
  • O Wrestling Feminino faturou 4 medalhas! Giullia Penalber foi a
  • Segundo Lugar por Equipes Wrestling Feminino WrestlingFeminino JogosSulamericanos2018 TimeBrasil BrasilWrestling
  • A Confederao Brasileira de Wrestling ao lado das demais Confederaes
  • Os principais atletas de 18 a 20 anos das Amricas
  • Joilson conquista tricampeonato e Brasil ganha quatro medalhas no primeiro

Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades: