Aline Silva, Lais Nunes, Giullia Penalber e Dailane Reis celebram as medalhas em Cochabamba

Wrestling Feminino conquista 2 ouros, 1 prata e um bronze nos Jogos Sul-americanos 2018

O wrestling feminino manteve a rotina de pódios da equipe brasileira no segundo dia da modalidade nos Jogos Sul-americanos de  Cochabamba 2018, na Bolívia. Giullia Penalber, até 57kg, e Lais Nunes, até 62kg, foram campeãs em suas categorias. Aline Silva, até 76kg, ficou com a medalha de prata e Dailane Reis fechou a noite de conquistas com a medalha de bronze até 68kg. Giullia Penalber e Aline Silva garantiram suas respectivas categorias nos Jogos Pan-americanos de Lima 2019 e se juntam a Lais Nunes, classificada desde o Pan-americano de wrestling. Nesta quinta-feira (7/6), Thales Reis até 74kg e Pedro Rocha até 86kg, ambos do estilo livre encerram a participação nacional nos Jogos. As eliminatórias começam às 11h e as finais às 17h, horário de Brasília.

Giullia Penalber até 57kg – Medalha de ouro e vaga em virada espetacular
A categoria foi disputada no sistema todas contra todas. Na estreia, Giullia Penalber venceu por touche a dominicana Estefani Aguilera. Na segunda rodada, a carioca fez 10 a 0 sobre a boliviana Ninfa Yupari. Apenas duas lutas separavam Giullia da medalha de ouro e da vaga nos Jogos Pan-americanos de Lima. Na terceira disputa, a brasileira fez 10 a 1 sobre a colombiana Eva Gonzalez. O placar apontava 6 a 4 para venezuelana Betzabeth Sarco, quando a pouco segundos do fim do combate Giullia conseguiu efetuar uma queda de quatro pontos e o touche em uma virada espetacular. Está é a segunda medalha de ouro de Giullia em 2018, antes a brasileira venceu o torneio Bill Farrell, em Nova Iorque, Estados Unidos.

Lais Nunes até 62kg –  Quarta final internacional seguida em 2018 e mais um título
Lais chegou a Cochabamba já classificada para os Jogos Pan-americanos de Lima 2019. Na estreia, a brasileira repetiu o feito do Pan-americano e derrotou a duas vezes medalhista olímpica, Jacqueline Rentería, da Colômbia, por 9 a 1. Na segunda luta do grupo, Lais venceu por superioridade técnica (10 x 0) a boliviana Veralucia Susano.  Na semifinal, Lais venceu por touche a equatoriana Karla Campos. No último combate, Lais fez 4 a 0 sobre a venezuelana Nathaly Griman e a medalha de ouro no peito. Esta foi a quarta final em quatro torneios internacionais disputados em 2018 pela atleta. Além do ouro nos Jogos Sul-americanos, Lais venceu o Bill Farell Internacional e com a prata no Mundial Militar e no Pan-americano de wrestling 2018.

Dailane Reis até 68kg – Segundo pódio internacional em 2018
Dailane estreou contra a atleta olímpica Yanet Sorvero, do Peru. Em um combate acirrado, a peruana Sorvero levou a melhor no desempate, após 6 x 6 no placar. Na segunda luta, Dailane fez 6 a 2 sobre a equatoriana Leonela Ayovi e garantiu vaga na segunda fase. Na fase semifinal, Dailane acabou superada pela venezuelana Soleymi Caraballo e fora da luta por vaga nos Jogos Pan-americanos 2019 neste torneio. Mas ainda restava a medalha de bronze por disputar. A atleta, natural de Maricá, não deu chances para a uruguaia Mahealani Ramirez, venceu por touche, e ficou com o terceiro lugar. Dailane repete a cor da medalha obtida no Mundial Militar 2018, na Rússia.

Aline Silva até 76kg – Superação para garantir a vaga nos Jogos de Lima 2019
A divisão de peso da medalhista mundial foi disputa no sistema todas contra todas. Aline com dores no joelho e sem estar 100% fisicamente estreou com uma vitória por 6 x 0 sobre a boliviana Maria Pacheco. Na segunda rodada, um duelo bastante  defensivo contra a venezuelana Maria Acosta, Aline neutralizou a rival e venceu por 2 a 1. No terceiro combate, Aline a brasileira teve um revés diante da colombiana Andrea Olarra, 10 a 0. Como a medalhista de ouro Olarra já estava classificada para os Jogos Pan-americanos de Lima, a última luta de Aline contra a peruana Diana Cruz se tornou uma disputa direta pela medalha de prata e pela vaga para Lima. Aline usou experiência e técnica para superar as dores, a altitude, conseguir o touche e ficar com o segundo lugar.

Redes Sociais

  • Aline Silva do de malha com identificao azul JogosSulamericanos2018 TimeBrasil
  • O Wrestling Feminino faturou 4 medalhas! Giullia Penalber foi a
  • Segundo Lugar por Equipes Wrestling Feminino WrestlingFeminino JogosSulamericanos2018 TimeBrasil BrasilWrestling
  • A Confederao Brasileira de Wrestling ao lado das demais Confederaes
  • Os principais atletas de 18 a 20 anos das Amricas
  • Joilson conquista tricampeonato e Brasil ganha quatro medalhas no primeiro

Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades: