Aline Silva vai disputar a medalha de ouro no Grand Prix de Madri

Wrestling feminino vai lutar por medalhas no Grand Prix de Madri 2019

O wrestling feminino vai disputar três medalhas na finais do Grand Prix de Madrid que acontecem neste domingo a partir das 11h, horário de Brasília. Aline Silva foi o destaque nacional das eliminatórias e vai disputar a medalha de ouro contra a russa Ekaterina Bukina na categoria até 76kg. Giullia Penalber até 57kg e Lais Nunes até 62kg vão lutar pela medalha de bronze em suas  categorias contra as espanholas Graciela Sanchez e Lidia Perez, respectivamente. Kamila Barbosa até 50kg e Camila Fama até 53kg lutaram com garra, mas não avançaram para a disputa de medalha. As finais podem ser acompanhadas ao vivo basta clicar aqui. Confira abaixo como foi o desempenho nacional na manhã deste domingo.

Kamila Barbosa até 50kg
A goiana Kamila Barbosa estreou com vitória nas oitavas de finais sobre a polonesa Ágata Walerzak. Depois de sair atrás no placar ao ser retirada do tapete, a brasileira conseguiu uma queda de quatro pontos e passou para posição de touche. A adversária tentou resistir, mas Kamila encerrou o combate ainda no primeiro round. Nas quartas, Kamila enfrentou a cazaque Valentina Ismalova, bronze no Europeu 2019. A oponente conseguiu uma queda de quatro pontos logo no início do combate e a ação determinou o resultado do primeiro round. Kamila tentou reagir, mas Ismalova conseguiu uma queda de dois pontos e ainda passou para as costas da brasileira para encerrar a luta em 8 a 0. Como Ismalova não avançou para final, Kamila não pôde voltar para repescagem.

Camila Fama até 55kg
Camila lutou uma categoria acima da habitual 53kg. A divisão foi disputada no sistema de grupos. A estreia foi contra Marina Simonyan que conseguiu um roulé e fez 2 a 0 no início do combate. A brasileira respondeu ao forçar a saída da rival do tapete e diminuir para 2 a 1. No início do round final, Simonyan conseguiu uma queda de quatro pontos a partir de um single leg. Em seguida, a russa conseguiu passar para as costas e em seguida mais queda de dois e colocou Camila em posição de quase touche. A brasileira se defendia e reclamava da pressão no pescoço que dificultava sua respiração, mas o árbitro manteve a luta no solo até o cronômetro zerar. No fim vitória de Simonyan por 10 a 1. Na segunda luta do grupo, Camila enfrentou a polonesa Alicja Czyzowicz. Depois de quase 1 minuto e meio de estudos entre as lutadoras, Alicja conseguiu passar para as costas de Camila duas vezes e fazer 4 a 0 no primeiro período. No segundo round, Camila pontuou mas não conseguir virar o placar de 4 a 1 e não seguiu para semifinal.

Giullia Penalber até 57kg
Giullia estreou contra a campeã africana Eman Essam nas quartas de final. A brasileira abriu 6 a 0 no placar ao passar para as costas da rival e na ação seguinte conseguir uma queda de quatro pontos. Por pouco Giullia não encostou a adversária que conseguiu sair da posição de perigo e ainda contra-atacar a brasileira diminuindo a desvantagem par 8 a 4 ao fim do primeiro round. Giullia administrou a vantagem e novamente quase encostou a rival. No fim 12 a 5 para lutadora nacional e vaga na semifinal para enfrentar a russa Veronika Chumikova. A adversária conseguiu passar para as costas de Giullia e fazer 2 a 0. Em seguida, os árbitros assinalaram golpe falho da Giullia e uma reunião com o chefe do tapete fez a luta voltar em posição de par terre. Chumikova aproveitou a posição de vantagem, conseguiu o touche sobre Giullia e mandou a brasileira para disputa do terceiro lugar contra a espanhola Graciela Sanchez a partir das 11h.

Lais Nunes até 62kg
O sorteio apontou Lais nas quartas de final, mas a adversária Abnelis Yambo não conseguiu bater o peso e foi desclassificada. Com isso, a brasileira estreou diretamente nas semifinais contra a russa Inna Trazhukova. A adversária venceu o primeiro round ao retirar Lais do tapete. A brasileira voltou com tudo e virou o placar em 2 a 1 ao forçar a saída deliberada de Trazhukova do tapete. No entanto, a russa encaixou um double leg e conseguiu a queda de quatro pontos. O córner brasileiro desafiou a marcação, mas o challenge não foi aceito e Trazhukova ganhou mais um ponto. Lais partiu com tudo para tirar a desvantagem e conseguiu passar para as costas da rival. Porém, o cronômetro zerou em 6 a 4 e a brasileira vai disputar o bronze nas finais contra a espanhola Lidia Perez.

Aline Silva até 76kg
A categoria da brasileira foi alterada em razão da saída da peruana Diana Cruz, que optou por lutar até 72kg. Com isso, as lutadoras foram redistribuídas em dois grupos. Na estreia, Aline bateu a colombiana Andrea Olarra por 6 a 1. Já na segunda luta um revés diante da russa Ekaterina Bukina. A russa fez 1 a 0 ao retirar a brasileira da área permitida do tapete a partir de um single leg. No segundo round, Bukina repetiu o expediente e fez 3 a 0. Aline conseguiu diminuir para 3 a 1, depois de um short clock, mas a luta terminou 3 a 1. Restava a última luta no grupo contra a espanhola Noelia Lalin para Aline garantir vaga na semifinal. A brasileira abriu 4 a 0 antes de encostar Lalin ainda no primeiro round. Na semifinal, Aline encarou a britânica Georgina Nelthorpe. A lutadora nacional voltou a se impor. Aline abriu 4 a 0 e por pouco não encostou Jelthorpe que conseguiu escapar em um primeiro momento. Quando a lutou voltou, Aline conseguiu derrubar a oponente, dessa vez não permitiu a saída de Jelthorpe e aplicou o touche. A final será um novo embate contra Ekaterina Bukina na última luta do torneio.

Redes Sociais

  • Laboratrio Olmpico
  • Comea hoje o Pan Americano Jnior na Guatemala mas semana
  • Parabns thamireswrestler campe Pan American Junior 2019
  • Parabns anafrancaw campe Pan Americana Jnior 2019
  • Com imenso pesar comunicamos o falecimento de nosso fisioterapeuta Roberto
  • Medalha de prata pra alineluta medalhas de bronze para laiswrestling

Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades: